A vida em Atenas no séc. V a.C.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009 guitarras: 4
Esta história é sobre um guerreiro, este homem era o mais forte de Atenas, tinha uma mulher e um filho de 7 anos que frequentava a escola e era o mais inteligente.
Esta família era considerada uma família muito importante porque o pai era guerreiro e o filho muito inteligente, o homem era muito respeitado e também respeitava bastante os outros.
Sempre que chegava a casa do trabalho, tomava um banho, para acalmar os nervos, porque durante os treinos para os jogos olímpicos ele enervava-se muito quando os treinos corriam mal.
Sempre que havia jogos olímpicos o homem participava em quase todas as modalidades porque tinha aptidão para todas. Nunca venceu estes jogos porque tinha algumas dificuldades na corrida de obstáculos, apesar de correr muito, tinha dificuldade a saltar. Tinha também dificuldade no salto em altura, mas neste ano ele queria ganhar porque tirando os saltos, ele era um atleta “perfeito” e por ter essa dificuldade treinava todos os dias para ultrapassar as suas limitações e por conhecer um adversário que tinha muitas qualidades como ele.
Quando os treinos lhe corriam bem ele dava uma festa em casa para os seus amigos, nessa festa existiam bailarinas e tocadores de instrumentos. Comiam queijo de cabra, fruta da época e também peixe e carne.
No dia antes da partida para a cidade de Olímpia, para a realização dos jogos olímpicos, ele em vez de ir treinar foi com a mulher e com o filho à Ágora comprar comida e roupa e enquanto passava pela rua era saudado pelos cidadãos que lhe desejavam boa sorte para os jogos. Antes de ir para casa com a família, o homem foi ao templo de Zeus na acrópole pedir ajuda aos Deuses para que fosse bem sucedido nos jogos.
No dia seguinte, após uma noite descansada, acordou, tomou o pequeno-almoço de leite adoçado com mel, queijo de cabra, frutos secos e bolinhos de farinha adoçados com mel.
Depois do pequeno-almoço foi ao barbeiro e logo a seguir partiu para a cidade de Olímpia.
Quando chegou, foi-se preparar nos vestiários, estava um pouco nervoso, pois ficava sempre assim antes de uma grande competição, mas acreditava no seu sucesso. À saída dos vestiários encontrou o adversário com quem tinha uma grande rivalidade, mas apesar de rivais existia entre eles um grande respeito, cumprimentaram-se e de seguida foram chamados pois os jogos iam começar.
Quando chegaram à última competição, ambos os atletas estavam empatados, sendo a corrida de obstáculos a que faltava, e como foi referido anteriormente era nesta competição que o nosso “herói” tinha mais dificuldades. Como resultado do treino realizado pelo nosso “herói”, que se preparou bem para todas as provas, com muito esforço e atitude ele conseguiu ganhar a corrida, tendo conquistado a coroa de louros e o prestígio acompanhou-o para o resto da sua vida.

guitarras: 4

Patty :

Gostei muito desta história. Podemos retirar desta história que, se lutarmos para conseguir aquilo que queremos, conseguimos de certeza.
Continua a publicar, eu estou a adorar.
Jinhos Patty

Patty :

Desejo que, no próximo ano você tenha
2010 festa para se divertir
2010 amizades para abraçar
2010 momentos de paz
2010 razões para se alegrar
2010 maneiras de se emocionar
2010 atitudes para comemorar
2010 ideias para se abrilhantar
2010 luzes para te iluminar
2010 tempos de felicidade
2010 sonhos para concretizar
enfim, que no ano novo que vem por aí,
você possua 2010 bons motivos para ser feliz!

Feliz 2010

Olga :

Adorei a tua recreação de uma história passada em atenas. Parabéns, está bem escrito como tudo o que escreves. Kiss Kiss.

Hernâni :

Que bonita história! Podemos tirar muitas lições dela.
Continua a dar asas à tua imaginação.

Parabéns!

Enviar um comentário

Então, vais comentar ou não?