Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

domingo, 21 de fevereiro de 2010 guitarras: 4
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Luís de Camões


guitarras: 4

Olga :

Adoro este poema e acho que é uma grande verdade. Mudam-se os tempos mudam-se os habitos e todos nós mudamos, por vezes ainda bem. Gosto muito de ti filho. Excelente escolha.

Patty :

Boa escolha, gostei do poema, não conhecia.
Mudam-se os tempos mudam-se as vontades, ainda bem que é assim. Estamos sempre a evoluir.
jocas
Patty

ze2905 :

hei Pete how u doing?
I studied this poem when i was on high school and always thought that it was true because the world is in constant mutation all the time. It is always good idea to remember it.
Hugs from uncle zecarlos

Brown Eyes :

Este poema de Luís de Camões foi como uma bíblia para mim. Vou ver se consigo explicar-te a importância dele. Quando na nossa vida temos que mudar algo, às vezes vacilamos, a mudança à primeira vista assusta-nos. O hábito é um mau conselheiro e deixamos arrastar situações muitas vezes por comodismo, situações que nos magoam. Neste poema descobrimos que a mudança faz parte da vida e que o tempo tudo cura:
O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.
Assim sendo não devemos temer mudar o que nos faz infeliz porque o tempo cura mesmo tudo e desde que queiramos conseguimos.
Este poema e a Pedra Filosofal são marcos na minha vida. Poemas que leio vezes sem conta e continuo com vontade de os reler.
Um beijinho e obrigado por este bocadinho que me proporcionaste.

Enviar um comentário

Então, vais comentar ou não?